"NÓS PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA, NÃO QUEREMOS SER QUALIFICADOS E SIM OS MELHORES"

SUA PROTEÇÃO É A NOSSA PROFISSÃO

SUA PROTEÇÃO É A NOSSA PROFISSÃO

23 de ago de 2011

EMPREGABILIDADE E MARKETING PESSOAL



                                                                     INFORMAÇÃO

Você não precisa do seu emprego para manter-se empregado.
Essa afirmação pode parecer estranha, mas quer dizer que existem outros empregos além do seu que podem estar a sua disposição, desde que você se mantenha empregável.
Para isso, você deve preocupar-se mais em não perder o rumo do mercado de trabalho do que em não perder o emprego.
Você deve, principalmente, manter:
  • As suas competências compatíveis com as exigências do mercado;
  • Uma rede de relacionamentos com profissionais da sua área.
Manter as competências alinhadas com o mercado o manterá competitivo. Já uma rede de relacionamentos pode lhe proporcionar informações valiosas sobre empresas, mercados e oportunidades.
Três homes e uma mulher, conversando e fazendo anotações
Muitos profissionais, por não se sentirem preparados, acabam se submetendo a situações no trabalho que normalmente não aceitariam, simplesmente, por receio de perder o emprego e não conseguir outro.
Por outro lado, aqueles profissionais que se preocupam também com o mercado são mais confiantes, pois sabem das suas possibilidades fora da empresa onde trabalham.
 É claro que para manter-se empregável é necessário investir tempo e dinheiro, mas é isso que o manterá empregado, seja no seu emprego atual ou nos empregos disponíveis no mercado de trabalho.
No entanto, você pode ir além. No trabalho, venda a idéia de não depender do emprego para manter-se empregado. Faça a empresa saber que você tem possibilidades no mercado. Demonstre que o seu mundo profissional é maior do que o seu emprego. Dificilmente a empresa lhe colocará numa situação desconfortável ou deixará de discutir seriamente algum pedido de aumento salarial da sua parte.
Faça isso da seguinte maneira:
Sutilmente, procure falar sobre fulano da empresa “A” que está envolvido em determinado projeto, ou sobre alguma metodologia da empresa “B”, ou, ainda, que você está fazendo determinado curso, ou qualquer outra coisa que transmita a idéia de que você tem conhecimento e opções de mercado. Mas não fale exageradamente, pois parecerá exibição.
Também, não fique falando que está com vontade de trocar de emprego para causar preocupações a seu chefe e com isso obter alguma vantagem. Você só passará a integrar o grupo dos descontentes e ainda poderá ficar desacreditado, pois se você é competente, tem uma boa rede de relacionamentos e está descontente, porque não vai embora?
A idéia a ser passada é a seguinte: Você está em seu emprego porque está contente com o que faz e com o que ganha e se a empresa não manter isso você poderá mudar de emprego, pois você é competente e conhece muito bem o mercado de trabalho.
De qualquer forma, fazendo ou não marketing pessoal, você deve procurar manter a sua empregabilidade para evitar uma das piores situações profissionais, que é a de ser refém do seu emprego.Emprego & Negócio, cadastre seu e-mail.
Fonte: empregoenegocio.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...